Jornal Tribuna Sisaleira

Jornal Tribuna Sisaleira

VEREADORES MARCOS DO RAIO X E NETO DO ERLON FISCALIZAM O HOSPITAL MUNICIPAL MARIA PENEDO EM TUCANO

"Calamidade Pública, Desumano e Intolerável está a situação do Hospital Municipal Maria Penedo", foi assim que o vereador Marcos do Raio X (líder da bancada de minoria, também  pelo vereador Nadinho), classificou como se encontra a unidade de saúde. O Vereador Marcos do Raio X visitou, conjuntamente com o vereador Neto do Erlon (líder da bancada de oposição) na tarde de quarta feira, 4.7.18, as instalações do Hospital, que vem passando por reforma (reforma esta anunciada desde 2017), ainda não  fora concluída sequer a primeira parte, e não permitiram acesso de vista por partes dos vereadores com a justificativa por parte da direção - de o mesmo ainda não ter sido entregue pela empresa que está responsável pela reforma inicial.
Salientando que referida reforma já deveria ter sido concluído segundo a placa na frente do estabelecimento público.
O que mais choca é a falta de estrutura para atender a população que diariamente necessita dos serviços e que não são atendidas como deveria, por causa da ausência de estrutura adequada. Por mais que os profissionais que ali atuam não tenham medido esforços para prestação dos serviços com o minimo de dignidade para com os munícipes - usuários, dos serviços de saúde - é notório que não há condições de higiene, limpeza, conforto, humanização e nem atendimento digno com o estado deplorável que se encontra as instalações devido a amorosa reforma. 
Equipamentos sucateados, enferrujados, danificados, colocam em cheque a saúde de quem trabalha ou precisam de hospital. O risco de contaminação hospitalar e eminente no espaço físico do local, ainda que os profissionais da unidade se dediquem e empenhem na execução dos seus serviços coridiano.
Para o vereador Neto a visita serve para o parlamentar conhecer a fundo a necessidade de se tomar providencia urgente a cerca deste caos.
A reforma após confirmação da aprovação do projeto, apresentado à Caixa Econômica Federal, prevê a reforma dos setores de emergência e administrativo do Hospital Municipal.
O Projeto com o Ministério da Saúde tem que garantir a reforma da Unidade de Atenção Especializada em Saúde, com recursos na ordem de R$ 358.248,00 (trezentos e cinquenta e oito mil e duzentos e quarenta e oito reais), destinados a adequação de suas dependências as normas sanitárias e garantir mais segurança aos pacientes. 
Por fim, foi verificado também que, equipamentos novos estão guardados em caixas de madeira sem ser usado, enquanto isso a população sofre buscando em outras cidade estes serviços que estas máquinas já poderia estar fazendo.