Jornal Tribuna Sisaleira

Jornal Tribuna Sisaleira

Em cerimônia, Marinha realiza troca de comando do 2º Distrito Naval em Salvador

O repórter da Tribuna Sisaleira, FLAMARYON, esteve presente na cerimônia, Marinha realiza troca de comando do 2º Distrito Naval em Salvador.  Marinha tem um novo comandante na Bahia. Nesta quarta-feira (23), o almirante de esquadra Almir Garnier Santos, que estava à frente do comando do 2º Distrito Naval (Com2°DN) há dois anos, passou o posto para o vice-almirante Marcelo Francisco Campos. A passagem de bastão aconteceu em uma cerimônia realizada no 2° Distrito Naval, no bairro do Comércio.

Almirante de Esquadra Almir Garnier Santos fez discurso de despedida (Foto: Evandro Veiga/CORREIO)
O Almirante Almir foi exonerado pelo o ex-presidente Michel Temer no dia 25 de outubro de 2018. Logo após o anúncio, ele recebeu um convite para atuar como Secretário Geral do Ministério da Defesa, em Brasília, e foi empossado no dia 15 de janeiro. Na capital federal, ele vai assessorar o Ministro general Fernando Azevedo e Silva.
Despedida
Durante o discurso, Amir utilizou os versos da canção "I Wanna To Go Back to Bahia", de Paulo Diniz, e agradeceu pela oportunidade de ter exercido a função no estado. 

“Sentirei saudades enquanto estiver enclausurado na fria Brasília (...) A missão aqui foi importante, mas, mais que tudo, prazerosa. O acolhimento da cidade, do povo. A Marinha se sente integrada à cidade. Gostaria de poder continuar, mas a vida é assim”, lamentou. 
O almirante destacou que a tragédia da lancha Cavalo Marinho I, naufrágio que matou 19 pessoas e deixou outras 74 feridas, foi o seu maior desafio enquanto esteve no cargo de comandante. 
“Foi um acidente muito doloroso para nós e todos os irmãos de Itaparica e Vera Cruz. O maior desafio, mas um desafio superado pelo nosso trabalho em tempo recorde, com o trabalho da Capitania dos Portos e com um inquérito bem conduzido pela Polícia Civil”, lembrou. 
Vice-Almirante Marcelo Francisco Campos ficará à frente da Marinha (Foto: Evandro Veiga/CORREIO)
Novo comando
O vice-almirante, por sua vez, afirmou que o seu maior desafio neste primeiro momento no novo cargo é “conhecer melhor as autoridades locais”. “O trabalho já tem uma lógica, um desencadeamento. Nesse momento é refazer e conhecer as autoridades. O almirante já fez esse trabalho junto comigo, me ajudando a conhecer os poderes Executivos e Legislativo. Esse sentimento que é latente de maritimidade. A Bahia é mar e o que a gente procura fazer é captar esse potencial”, disse. 

De acordo com o governador Rui Costa, que também estava presente na cerimônia, o acordo de cooperação técnica entre o Comando do 2º Distrito Naval e o Governo do Estado, deve continuar. Por meio do acordo, segundo o almirante, foram captados recursos para a compra de lanchas blindadas que são utilizadas na segurança náutica. 
“Que possamos seguir a mesma parceria, numa relação de cooperação. A Marinha é uma instituição que tem uma relação muito íntima com a gente”, afirmou Rui.