Jornal Tribuna Sisaleira

Jornal Tribuna Sisaleira

Presidente do Consisal inspeciona obra realizada pelo Consórcio na cidade de Barrocas

Presidente do Consisal inspeciona obra realizada pelo Consórcio na cidade de Barrocas. O governador Rui Costa reuniu no dia 24 de maio de 2017 em Salvador,os presidentes de todos os consórcios públicos da Bahia com objetivo de assinar um convênio de parceria entre o Governo através da Secretaria de Infraestrutura e os Consórcios.

A proposta do Governo era dar autonomia a cada consorcio para atuar na recuperação de estradas, investimento nos serviços de roçagem lateral da via, limpeza de bueiros, tapa buracos com solo e massa asfáltica e correção de pontos críticos.
Foi preciso retirar todo material não compatível pelo Consisal.
O  Consórcio Público de Desenvolvimento Sustentável do Território Sisal – CONSISAL conta com 20 municípios entre eles Barrocas, que está contando com o serviço de correção de pontos críticos e recuperação de asfalto na Avenida ACM saída para Serrinha.. 
O prefeito de Lamarão Dival Pinheiro (PT) é o atual presidente do Consisal e da Federação dos Consórcios da Bahia – FECBahia, na ocasião foi quem assinou o convênio. Ele esteve no fim da manhã desta segunda-feira, 14, na cidade de Barrocas para inspecionar o andamento da obra.
Presidente do Consisal e da Federação que representam todos os consórcios, Dival fez o discurso no ato de assinatura de convênio | Foto: arquivo Raimundo Mascarenhas
Segundo Dival de Memel como é conhecido o presidente, o prefeito Jailson Lima (MDB) requisitou há cerca de um ano para fazer a correção da rodovia que havia sido reformada pelo Governo do Estado, mas ficaram alguns pontos críticos que provocam o vazamento de água e o Consórcio entrou com este projeto de recuperação, retirando todo material que não estava compatível com a rede de água e colocou outra estrutura dando maior impermeabilização para que seja resolvida de uma vez por todas a umidade do setor.
Obra visa corrigem um serio problema de infiltração da rede de água
Dival disse ao Calila Noticias que poderia estar totalmente concluída a obra, caso tivesse em funcionamento a usina de asfalto na região, pois segundo ele, enfrentou certa dificuldade no fim do ano de conseguir a massa asfáltica que atualmente é adquirido em Senhor do Bonfim, mais de 200 km de distancia ou Feira de Santana 100 km.
Segundo Josevaldo Fagundes mestre do obras responsável a conclusão dos serviços deverá ocorrer até o fim desta semana
Ele disse que é um pequeno detalhe precisa ser resolvido pelo governo para que não venha a atrasar mais as ações, ou seja, aquisição de um transformador. Ele falou sobre essa demanda em entrevista ao Calila News – Ouça
Tocador de áudio