Jornal Tribuna Sisaleira

Jornal Tribuna Sisaleira

Acusado de mandar matar o neto é preso em Feira de Santana

Acusado de mandar matar o neto é preso em Feira de Santana. Equipes da Delegacia de Homicídios de Feira de Santana (DH/Feira) cumpriram, na quinta-feira (11), os mandados de prisão preventiva de três acusados de envolvimento no assassinato de Leandro dos Santos Adorno. Conforme as investigações, o avô da vítima, Antônio Dionísio Correia dos Santos é apontado como o mandante do crime, ocorrido em julho de 2018, no distrito Governador João Durval Carneiro (Ipuaçu).

De acordo com o titular da DH / Feira, delegado Fabrício Linard, o avô encomendou a morte do neto por ciúmes. “Ele nutria uma paixão não correspondida pela companheira da vítima e tinha muito ciúmes dela”. Além de Antônio Dionísio, os executores do homicídio, Wilson Santos Rodrigues, o “Parrudo” e Leandro dos Santos Vasconcelos, o “Léo”, tiveram os mandados cumpridos.
O trio foi encaminhado para o Presídio Regional de Feira de Santana, onde permanecem à disposição da Justiça. A DH / Feira segue com as investigações.
 

O Crime
O corpo da vítima foi encontrado numa manhã de domingo, no Povoado Pedra da Canoa, em Ipuaçu. Nele havia uma cruz feita no tórax com material perfurocortante. A vítima também apresentava várias perfurações no rosto provocadas por golpes de faca. 
Quatro assassinatos foram registrados entre domingo (22) e a madrugada desta segunda-feira (23), em Feira de Santana, elevando para 25 o número de homicídios registrados neste mês e para 231 no ano.
Entre as vítimas, um casal, que foi atingido por vários tiros, por volta de 1h20 desta segunda, na Rua Comandante Almiro, na calçada de uma pousada próximo ao Terminal Rodoviário de Feira de Santana. A mulher foi identificada como Priscila Santana dos Santos, 31 anos, que morava no bairro Baraúnas e tinha cinco filhos. O homem ainda não foi  identificado, mas segundo populares, tinha o apelido de "Novato".
De acordo com o delegado Gustavo Coutinho, os tiros foram disparados por dois homens que estavam em uma motocicleta. As duas vítimas foram atingidas na cabeça, sendo que a mulher morreu no local.
“A mulher aparentava ter aproximadamente 25 anos de idade, cor branca, muito magra, era usuária de drogas, e foram encontrados dois cachimbos de uso de crack entre as vestes dela. Seu companheiro foi baleado e socorrido para o Hospital Geral Clériston Andrade, mas não resistiu. Tudo indica que foi uma ação de grupo de extermínio, como se quisessem limpar a área de usuários de drogas ali no local. Segundo populares, havia quatro homens usando drogas e chegou uma motocicleta com dois homens, sendo que o carona disparou vários tiros ponto 40 contra o casal”, disse o delegado ao Acorda Cidade.
O delegado informou que, segundo populares, a mulher deixou de frequentar o local há seis meses e retornou recentemente. Além dos cachimbos, foi encontrada com ela uma caixa de fósforos com um pedaço de lâmina de barbear. No local há câmeras de segurança e as imagens serão analisadas pela polícia. 
FIM DE SEMANA
Distrito Governador João Durval (Ipuaçu)
Na manhã de domingo (22), no Povoado Pedra da Canoa, no distrito Governador João Durval (Ipuaçu), foi encontrado o corpo de um homem com uma cruz feita no tórax com material perfurocortante e com várias perfurações no rosto provocadas por golpes de faca. Segundo a polícia, a vítima foi identificada como Leandro dos Santos Adorno, 27 anos, que morava na Fazenda Santa Rosa, no mesmo distrito. A delegada Cláudia Fernanda Pugliese efetuou o levantamento cadavérico. Até o momento a autoria e o motivo do crime são desconhecidos.

Nóide Cerqueira

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade
Uma pessoa morreu e duas foram baleadas na madrugada de domingo (22), por volta das 03h20, em frente a uma chácara, localizada na Estrada Velha Subaé/Tanquinho, a 300 metros da Avenida Nóide Cerqueira, bairro SIM. No local, estava acontecendo um paredão de som, conhecido por ‘Paredão do Fabrício’.
Alefe Figueiredo Machado, 24 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Diego Souza Silva, 21 anos, residente no bairro Caseb, foi vítima de um tiro nas costas, e Willian Dantas Santos, 28 anos, residente no bairro Limoeiro, também foi vítima de um tiro, que atingiu a cabeça de raspão. Eles foram socorridos por populares para o Hospital Geral Clériston Andrade.
Segundo informações da polícia, as vítimas afirmaram que o autor dos disparos foi um 'homem gordo', que fugiu do local após o fato. A motivação e a autoria são desconhecidas até o momento. Leia mais aqui