Jornal Tribuna Sisaleira

Jornal Tribuna Sisaleira

Depois de meses de angustia, mulher consegue liberação para sepultar restos mortais do filho

Rosemeire mostra o local onde o filho deixou a moto, última vez que o viu em 12 de janeiro. Depois de meses de angustia, mulher consegue liberação para sepultar restos mortais do filho. Depois de viver uma angustia pelo desaparecimento do filho de apenas 16 anos, que durou cerca dois meses e meio até ser encontrado em um cova rasa dentro de um matagal distante cerca de 500 metros da casa onde residia, uma ossada humana que ela e outros familiares garantiram não ter dúvidas que seria a de seu filho Maicon Wilson Almeida dos Santos, a dona de casa Rosemeire da Silva Almeida, 43 anos, residente na Fazenda Tanque da Laje, distante 06 km do centro da cidade de Conceição do Coité, teve que viver a angustia de esperar o mesmo lutando na Justiça e no Departamento de Polícia Técnica – DPT pela liberação dos restos mortais para finalmente sepultar.

Rosemeire mostra o local onde o filho deixou a moto, última vez que o viu em 12 de janeiro
Vale lembrar que, por mais que um familiar, um conhecido, afirme com muita convicção que aquele corpo, aquela ossada pertence tal pessoa, não prevalece para o Departamento de Policia Técnica – DPT que precisa fazer todo processo de necropsia para certificar a verdadeira identidade e só depois disso libera. Foi o que aconteceu com os restos mortais de Maicon, foi levado para o o DPT de Serrinha em 22 de março e de lá seguiu para o IML (Instituto Médico legal Nina Rodrigues) em Salvador, mandado de volta para Serrinha, onde foi retirado na tardinha desta terça-feira e ficará na casa da mãe dele até a manhã desta quarta-feira, quando sairá para o sepultamento no cemitério Recanto da Saudade (cemitério novo).
Sepultamento acontece exatamente cinco meses da mãe ter visto pela última vez (12 de junho)

Mulher procura filho desaparecido há nove dias em Conceição do Coité

A única informação que a mãe tem é que o mesmo foi visto entrando em um carro de passeio branco.A dona de casa Rosemeire da Silva Almeida, 43 anos, residente na Fazenda Tanque da Laje, distante 06 km do centro da cidade de Conceição do Coité, município localizado no território do sisal, está procurando o seu filho Maicon Wilson Almeida dos Santos, 16 anos, desaparecido há nove dias. Em contato com o CN, Rosemeire da Silva contou que a última vez que viu o filho foi no sábado, dia 12, ás 13h30.

Ela disse que o filho foi lhe buscar de moto na comunidade vizinha de Sambaíba, onde trabalha, e ao chegar em casa estacionou o veículo e seguiu com uma gaiola em busca de ração para o pássaro e não voltou para casa até o fechamento desta matéria.Rosemeire divulgou o desaparecimento do filho nas redes sociais e sua angustia, além das poucas informações, são a quantidade de trotes que vem recebendo, principalmente avisando da existência de corpo desovado na região e quando vai averiguar não existe. “Tem gente brincando com o sentimento de uma mãe que não sabe o paradeiro do filho”, desabafou.
A única informação mais concreta, segundo Rosemeire, foi passada por uma pessoa da comunidade, que ele não passou o nome, dizendo que Maicon foi visto entrando em um carro branco tipo Gol, Palio ou Uno, dados ignorados, acompanhado de dois homens não identificados, em frente a um mercadinho no acesso principal da comunidade do Tanque da Laje.
Tanque da Laje fica as margens da estrada que liga Coité ao Distrito de Aroeira
Ela contou também que populares informaram que na tarde no mesmo sábado teria sido visto dentro do carro no Povoado de Onça. “Mas tudo isto são informações que passam e fico sem saber se é verdade ou não”, lamenta Rosemeire.
Quando desapareceu, Maicon trajava camiseta regata com a frente rosa e a costa branca e uma Bermuda Tactel preta com listas laranja e sandália coca-cola com cabresto preto.

Ossada humana é encontrada em cova rasa na zona rural. Mulher acha que é do filho desaparecido desde 12/01

Ossada foi encontrado na comunidade de Tanque da Laje onde existe um jovem desaparecido, mas a confirmação somente depois da perícia técnicaUma ossada humana foi encontrada no inicio da tarde desta quinta-feira, 21, dentro de uma propriedade rural de difícil acesso na região da comunidade rural de Tanque da Laje, distante 6 km da sede do município.

Segundo informações a ossada foi encontrada pelo padastro do jovem Maicon Wilson Almeida dos Santos, 16 anos, que está desaparecido desde 12 de janeiro deste ano, residente cerca de 400 metros do local de onde foi encontrado a cova rasa. 
Mata fechada e de difícil acesso
Ela disse ao CN que naquela mesma roça foi encontrado a gaiola que ela saiu na última vez que o viu e depois as sandálias dele nas mesmas imediações, além de ser ele o único desparecido naquela região. ” Eu espero agora que a justiça faça sua parte e prenda quem fez isso com ele”. Afirmou a dona de casa.
Meire disse que já esteve na Delegacia, no Ministério Público e até levou a informação ao juiz sobre um suposto autor do crime.