Jornal Tribuna Sisaleira

Jornal Tribuna Sisaleira

NENCA É MÃE DO ARACI NORTE DESDE 2002.

"Nenca é Mãe do Projeto Araci Norte", os outros foram padastros!. O projeto Araci Norte foi pensando e iniciado em suas primeiras ações em meados de 2002, Etapa I, onde o ex. governador do estado era o Senhor César Borges (DEM) e o Sr, Paulo Souto (DEM), foram os idealizadores estaduais do projeto e posteriormente o fomento na II e III fase do Sr. Jacques Wagner (PT) e atualmente aguardando sua conclusão na gestão do atual Governador Rui Costa (PT). Começado na primeira Gestão (2002/2004) da Sra Maria Edneide, Nenca, passando sem muitos avanços e estacionado sem sua continuidade na gestão do Sr. Zedafó (2005/2008), voltando a sua conclusão da I e II etapa e início da III etapa na segunda gestão de Nenca (2009/2012) e atualmente aguardando conclusão do atual prefeito Sr. Silva Neto. 

O sistema integrado de abastecimento de água que está sendo construído para beneficiar 38 mil pessoas em 67 comunidades dos municípios de Araci e Tucano, Araci Norte, Etapas, I, II e III, trará água que é captada de dois poços tubulares perfurados pela Cerb na Bacia Sedimentar de Tucano, nas imediações do Morro do Pai Miguel, região do Assentamento Umburana da Serra, com vazões de 250 mil litros/hora cada poço. Além de Araci e Tucano, as comunidades situadas no limite territorial do município de Santaluz também devem ser beneficiadas. Com todo o sistema em operação, a água será levada aos moradores da zona rural de Araci e Tucano, com extensão de 224 quilômetros de adutoras, 56 reservatórios, 15 estações elevatórias, três estações de tratamento, rede de distribuição de 116 quilômetros, e mais de seis mil ligações domiciliares. A obra faz parte do programa Água para Todos e conta com um investimento total de R$ 51 milhões.

De 2002 á 2020, são quase 18 anos do lançamento do Araci Norte, dando esperanças de ter ÁGUA POTÁVEL, nas torneiras de dezenas de comunidades rurais. Durante todos estes anos a ex prefeita de Araci, Nenca, dentro de seus dois mandatos ou não, sempre esteve com parceiros como o deputado José Nunes, aguerridos na conquista no desejo de de ver esta obra beneficiar comunidades da zona rural de Araci, no desejo maior de atender a necessidade do nosso povo sofrido por ausência de água potável em Torneiras.

Conheça mais da trajetória do Projeto Araci Norte.

Municípios atendidos: Tucano, Araci e Santaluz;
Comunidades beneficiadas: 64 (Araci) Barbosa, Pedra Alta, Lameiro, Roça de Dentro, Campo Grande, Poço Grande, Várzea da Pedra, Sem Freio, João Vieira, Perpétua, Ribeira I, Ribeira II, Lagoa da Anta, Tanque Cavado, Lagoa do Boi, Jurema, Palmeira, Bela Vista, Tapuia, Lagoa Escura, Campo de Elói, Umburaninha, Serra do Boi, Alto Grande, Caldeirão Novo, Sapé I, Sapé II, Bento, Lajinha, Miranda, Aracati, Rejeito, Areal, Serra, Barreiro Preto, Bomba, Barreira, Ponta da Serra, Pau D’arco, Lagoa da Laje, Rua da Palha, Nazaré, Lagoa do Curral, Tinguí, Jaconias, Ovo da Ema, Pau de Rato, Barreiro Branco, Resina, Lagoa Nova Lajedo, Borges, Poço do Capim, Dionisio, Duas Estradas, Terra Dura, Caldeirão e Lagoa dos Cavalos.
População Beneficiada: 34.000
Dados Técniscos: 2 poços - 250 mil/l /h - 56 reservatórios  15 estações elevatórias -  224 km de adutora - 6.000 ligações residencial - Eexcutado: cerca de 80%, Mais de 51 milhões, Financiados do Ministerio das Cidades (Governo Federal) e Acompanhado pela CERB (responsável) - Governo da Bahia. Empresa Licitada III etapa, Ceará Mendes LTDA.
Em, 17/08/2012 - Prefeita Nenca consegue convênio com o Ministerio das Cidades para implantação da 3ª etapa do Sistema Araci Norte. A PORTARIA No – 381, DE 17 DE AGOSTO DE 2012 do Ministério das Cidades. Aprova a liberação de recursos do Orçamento Geral da União e do Programa de Aceleração do Crescimento para execução de obras de Abastecimento de Água para mitigar os efeitos da estiagem. E no ANEXO I determina os EMPREENDIMENTOS SELECIONADOS onde se encontra a Implantação da 3ª Etapa do Projeto Águas do Sertão – SIAA Araci Norte: Construção de ramais de abastecimento para vilas e povoados no município de Araci – subadutoras, reservatórios, redes de distribuição e ligações domiciliares, serviços contratados e pagos pelo repasse de (R$) 39.686.001,31 ao Estado da Bahia, aplicados no Município de Araci. Em, 11/07/2014 - Sai o resultado da licitação; (com valor de quase 30 milhões)
Em 22/09/2014 - Wagner assina ordem de serviço para sistema de abastecimento de Araci. O governador Jaques Wagner assinou, em Araci, na manhã desta segunda-feira (22), a ordem de serviço para a implantação do Sistema Integrado de Abastecimento de Água (SIAA), que vai atender 64 localidades do município e da cidade de Tucano, beneficiando mais de 34 mil moradores. “Essa iniciativa vai beneficiar milhares de pessoas. Depois dessa ordem, vamos iniciar as obras para perfurar um poço de 600 metros. Vamos utilizar o lençol freático de Tucano, que é uma grande reserva. A água é quase água mineral”, detalhou Wagner.
Em,  25/05/2015 - Prefeitura reinicia a Obra do Araci Norte em evento simbólica.
Já em 15/08/2016 - TCU emite MEDIDA CAUTELAR após vistoriar a obra e identificar muitas irregularidades técnicas e corruptiveis;
Em, "17/09/2016" - CERB não atende determinaçao do TCU quanto a glosa (devolução) de valores superfaturados e prefere recorrer da decisão. (perde-se muito tempo nisso);
Em 30/03/2017 - TCU da parecer afirmando que o projeto É DEFICIENTE e aponta 09 irregularidades, especialmente, superfaturamento e sobrepreço.
Em, 03/07/2017 - TCU renova MEDIDA CAUTELAR com as mesmas pendencias constatadas um ano atrás. (nenhum avanço).
Em, 12/07/2017 - Comitiva com 21 presidentes de associação, vereadores e prefeitura vão a Salvador para Audiência na CERB.

Veja abaixo matéria relacionadas aos dois projetos.


UM ARACI SEM NORTE, SEM AGUA NAS COMUNIDADES, POVO CLAMA.

Moradores de comunidades envolvidas no projeto Araci Norte decidem ir a Brasilia saber do TCU o que fazer para “destravar” a obra.  A obra do projeto Araci Norte é resultado do convênio firmado entre a União, por intermédio do Ministério das Cidades, e o Estado da Bahia, através da Companhia de Engenharia Hídrica e de Saneamento da Bahia (Cerb).

Moradores do entorno do Distrito de Várzea da Pedra, pertencente aos municípios de Araci e Santaluz, localizados no território do sisal, decidiram durante uma reunião, criar uma comissão formada por oito representantes das associações de moradores das comunidades situadas ao longo do projeto Araci Norte, para viabilizar uma viagem a Brasília, a fim de manter contato com o ministro do Tribunal de Contas da União – TCU, Antônio Vital do Rêgo Filho, relator do processo gerado, após a auditoria que identificou o projeto executivo deficiente, por não ter incluído plano de fluoretação da água, além do sobrepreço de R$ 2,3 milhões e superfaturamento da ordem de R$ 1,1 milhão no contrato de R$ 40 milhões e o TCU determinou a glosa de valores.
O objetivo da viagem, segundo a agente de saúde Marli Conceição dos Santos, uma das líderes do movimento, é pedir rapidez na análise dos processos que tratam das obras da Adutora Araci Norte que irá beneficiar mais de 40 mil pessoas nos municípios de Araci, Tucano e Santaluz, que estão sofrendo com a falta d’água e vivenciando a prior seca os últimos anos. Ela acredita que o ministro Vital do Rêgo irá receber a comissão e o problema será resolvido, pois, ele é natural da Paraíba, de uma região seca, foi vereador por duas vezes, deputado estadual por três legislaturas, deputado federal e senador pelo PMDB e em 2014 foi indicado pelo Senado Federal para o cargo de ministro do Tribunal de Contas da União, “portanto já sentiu e certamente conhece pessoas no seu estado que estão sofrendo como todos nós desta região da Bahia”, falou agente de saúde.
momento de emoção na reunião foi o choro da agente de saúde ao contar à situação que se depara nas residências com a falta d’água. “As pessoas estão consumindo água de péssima qualidade, barrenta e com fezes e urina de animais. As famílias estão tomando banho em bacia e àqueles que ainda podem colocar água nos banheiros, colocam uma bacia para não desperdiçar a água do banho para depois jogar no sanitário”, desabafou
A obra do projeto Araci Norte é resultado do convênio firmado entre a União, por intermédio do Ministério das Cidades, e o Estado da Bahia, através da Companhia de Engenharia Hídrica e de Saneamento da Bahia (Cerb), executora do projeto e o TCU determinou o corte de R$ 1 milhão relativo aos valores pagos a maior por sobrepreço projeto Águas do Sertão, não foram realizados.
Serão beneficiada as comunidades de Barbosa, Pedra Alta, Lameiro, Roça de Dentro, Campo Grande, Poço Grande, Várzea da Pedra, Sem Freio, João Vieira, Perpétua, Ribeira I, Ribeira II, Lagoa da Anta, Tanque Cavado, Lagoa do Boi, Jurema, Palmeira, Bela Vista, Tapuio, Lagoa Escura, Campo de Elói, Umburaninha, Serra do Boi, Alto Grande, Caldeirão Novo, Sapé I, Sapé II, Bento, Lajinha, Miranda, Aracati, Rejeito, Areal, Serra, Barreiro Preto, Bomba, Barreira, Ponta da Serra, Pau D’arco, Lagoa da Laje, Rua da Palha, Nazaré, Lagoa do Curral, Tinguí, Jaconias, Ovo da Ema, Pau de Rato, Barreiro Branco, Resina, Lagoa Nova Lajedo, Borges, Poço do Capim, Dionisio, Duas Estradas, Terra Dura, Caldeirão e Lagoa dos Cavalos ficaram esperando a realização da Terceira Etapa, juntamente com as localidades de Olhos D’ Água da Serra, Tracupá, Rio do Peixe, Alto, Poço Redondo, Arapuá, Pedras e Sem Freio.
O deputado Alex da Piatã (PSD) detém a representação majoritária de Araci e Tucano, pois, é apoiado pelos prefeitos destes municípios e vem se destacando na luta pela retomada da obra. O parlamentar iniciou seu pronunciamento dizendo que qualquer manifestação é legitima e todos estão com as melhores das intenções. “Estamos com 62% da obra pronta. O Araci Norte é maior obra hídrica da Bahia e está parada por um entrave burocrático no TCU, porém isso não pode ser maior que a sede de um povo”, falou o parlamentar.
“Água é vida. Água mata fome, mas comida não mata sede. Irei com a comissão a Brasília, acredito que seremos recebidos pelo ministro que é nordestino e se esforçará para resolver rapidamente esta questão e as obras serão retomadas”, externou o Social Democrata.
Alex contou na reunião que vem conversando com o governador Rui Costa e o mesmo está disposto na retomada da obra e também tem conversado com o senador Otto Alencar, que receberá a comissão quando estiver em Brasília.
A deputada Fátima Nunes (PT), também participou da reunião e firmou compromisso de lutar pela obra, que, segundo a petista, os recursos já estão na Caixa Econômica.