Bandidos arrombam Lojas Americanas em Tucano

Jornal Tribuna Sisaleira

Jornal Tribuna Sisaleira

URGENTE: Confirmado terceiro caso de coronavírus em Feira de Santana; paciente é mãe da segunda mulher infectada

Confirmado terceiro caso de coronavírus em Feira de Santana; paciente é mãe da segunda mulher infectada. A idosa, terceira mulher a contrair o coronavírus em Feira de Santana, e no Estado, está em quarentena (rigoroso isolamento domiciliar). Feira de Santana registra mais um caso de coronavírus, o terceiro no município. A Secretaria Municipal de Saúde confirmou na tarde desta quarta-feira (11) resultado positivo para exame laboratorial em uma mulher de 68 anos de idade, que contraiu o vírus da filha – segundo caso anunciado, semana passada. A filha havia sido infectada pela patroa, de 34 anos de idade, primeira a contrair o vírus na Bahia. Residente em Feira de Santana, ela havia chegado de viagem a Itália (Roma e Milão). A idosa, terceira mulher a contrair o coronavírus em Feira de Santana – e no Estado – está em quarentena (rigoroso isolamento domiciliar) desde que apresentou os primeiros sintomas. Na segunda-feira, dia 9, a Secretaria de Saúde providenciou a coleta de material para o exame em laboratório, cujo resultado saiu no dia de hoje. A coordenadora do Comitê Municipal de Acompanhamento das Ações de Controle ao Coronavírus, médica Melissa Falcão, informa que os cuidados com a idosa, agora que se confirma ser portadora do vírus, devem ser redobrados. A secretária de Saúde do Município, Denise Mascarenhas, está adotando as medidas necessárias para rigorosa avaliação médica da paciente, uma vez que o vírus se revela mais perigoso em pessoas com idade a partir dos 60 anos. “Estamos atentos, tanto para o monitoramento no que diz respeito ao isolamento desta senhora, quanto ao seu estado de saúde. Também vamos intensificar a atenção para possíveis contatos que ela tenha feito antes de apresentar os sintomas e ser examinada”, diz a coordenadora. Na mesma família, já havia dado negativo exames feitos nos dois filhos, na cunhada e no marido dela. Também negativo os exames das duas filhas da primeira infectada – a mulher que esteve na Itália –, a babá das crianças e um tio da paciente que trabalha como sua motorista.