BOLETIM COVID 19 DE ARACI E TUCANO

LOCKDOWN: COITÉ MANTÉM COMÉRCIO ABERTO E SANTALUZ FECHADO. QUAL A MELHOR OPÇÃO?!

Manter o comércio aberto obedecendo todos os critérios e segundo as orientações de isolamento e higienização que o momento de covid-19, exige, ou fechar definitivamente o comercio?. Qual a melhor maneira para combater a pandemia sem prejudicar a sociedade comercial?.

 A Prefeitura de Conceição do Coité publicou um decreto com novas medidas para tentar conter a pandemia do coronavírus na cidade. O comércio não essencial poderá permanecer aberto de segunda a sexta-feira, até as 18h. Já os considerados essenciais podem funcionar até as 19h30, de segunda a sexta, e no sábado até as 14h, com exceção de farmácias, postos de combustíveis, e clínicas veterinárias, que podem funcionar até as 20h.

Também fica permitida a abertura de bares e restaurantes, até as 18h de segunda a quinta-feira e até as 17h na sexta-feira. Não é permitido que os moradores se juntem em praças ou parques públicos nem realizem atividades esportivas coletivas.

Nas últimas semanas, tem sido notado apoio de diversos setores da sociedade de Conceição do Coité à atitude do prefeito Marcelo Araújo, sob o argumento de que o gestor tem se preocupado com os rumos da economia da cidade, bem como a geração e manutenção de empregos, ao mesmo tempo em que continua realizando ações para controlar a situação epidemiológica.

Segundo informações da prefeitura, 6.697 pessoas já foram infectadas pelo vírus em Coité. Destas, 105 estão com o vírus ativo e 6.559 recuperadas. O município registrou 33 mortes em decorrência do coronavírus.

A prefeitura de Santaluz decretou um severo ‘lockdown’ na cidade entre 0h do próximo sábado (20) e 5h de quinta-feira (25), incluindo o fechamento de todo o comércio essencial e não essencial. O decreto com as medidas severas de restrição determinadas pelo prefeito Arismário Barbosa Júnior foi publicado na edição do Diário Oficial do Município desta quarta-feira (17). Clique aqui para acessar o documento. Somente serviço de delivery poderá funcionar durante o período de confinamento. As novas regras de restrição impostas pela prefeitura surgem num cenário de aparente contradição, já que mesmo após sucessivos fechamentos do comércio a cidade segue registrando aumento no número de casos ativos da Covid-19, que, aliás, põe em xeque o processo de vacinação parcial executado pela Secretaria Municipal de Saúde, que parece não ter um plano para vencer a crise epidemiológica. Setores do comércio também avaliam que falta uma coordenação do poder público municipal para amenizar os impactos na economia local durante a pandemia.

Comentários