KEINHA, PREFEITA DE ARACI CONTINUA MUDA, CALADA QUANTO AO PAGAMENTO DOS PROFESSORES DOS 60% DOS PRECATÓRIOS DO FUNDEF E 70 DO FUNDEB.

KEINHA, Prefeita de Araci, continua calda, muda e sem se posicionar nem divulgar sobre o pagamento dos 60% dos precatórios do FUNDEF e os + 70 do FUNDEB de 2021. Sem informação e sem nenhum posicionamento da gestora Keinha, os profissionais sofrem por o natal sem notícias de pagamento deste direito, principalmente quando as redes sociais estão cheias de noticias de que outras cidades os gestores já pagaram ou se posicionaram positivo ao pagamento a exemplo de Pombal, Barrocas, Coité, Conceição de Feira e Panelas.

A Prefeita Keinha quando recebeu os valores de mais de 67 milhões em conta anunciou que iria gastar este montante todo na educação, más a derrota no seu sonho de ficar com 100% dos precatórios do FUNDEF foi por água abaixo desde o início, inconformada até já fez o plano de distribuição dos 40%, mas até o momento nada de planejar os 60% que sempre foi de direito líquido e certo dos profissionais da educação, os professores.

Desde a chegada do dinheiro em conta que a prefeita vem sendo derrotada em querer ficar com todo recurso e no dia 15 de dezembro de 2021, o senado e a câmara coloca na CONSTITUIÇÃO FEDERAL o direito que sempre foi líquido e certo de pagar os 60% dos precatórios do FUNDEF ao Professores, direito esse sempre negado pela Prefeita Keinha.

Sexta feira dia 17, FOI SANCIONADA a PEC 46 que colocou na Constituição Federal o direito que já havia ao Professores.  "o Senado e a Câmara aprovou em dois turnos a PEC, além de já ter havido a regulamentação da subveiculção e dos critérios da distribuição dos 60% para os professores.  "Parecia um sonho tão distante… mas aconteceu! Que sirva de exemplo pra muitos. Quando Deus está do nosso lado, coisas incríveis acontecem. O direito dos professores ao rateio dos precatórios do Fundef é constitucional. Quero mandar um recado aos prefeitos que insistirem em não pagar: eu serei o primeiro a denunciar por improbidade administrativa! Mexeu com o professor, comprou briga comigo!" - Disse o deputado.

Keinha realizou na quarta feira um evento da educação e como sempre se calou e não tocou no assunto, a prefeita mantém o assunto secreto, nem Secretário de Educação e nem Prefeita não fala nada sobre o Rateio dos Professores e agora também sobre o rateio dos +70, que diversos prefeitos ja se posicionaram na região dizendo que está do lado dos professores e que vão ratear, más em Araci, A prefeita Keinha e o secretário Anastácio não vem a público se posicionar a favor dos Direitos do Profissionais de Educação de Araci.

Adeus a ABIN que era o sonho da Prefeita Keinha de derrubaria os direitos dos servidores da educação. Não tem jeito Prefeita, Keinha, a senhora não quer pagar os 60% dos professores, más vai ser obrigada. Já devia ter pago, como disse o Coordenador Rui da APLB Bahia que 50% dos municípios já pagaram. Já tem Lei que garante o pagamento e será reforçada mais ainda pela PL 10.880, depois de ser obrigada a pagar a prefeita não venha dizer que queria pagar - Disse Leo de Eridan.

Outra prova da falta de vontade da gestora Keinha é que o diário oficial do município do dia 7 de dezembro de 2011,     que Aprovo o Plano de Aplicação de Recursos dos Créditos decorrentes de Precatórios oriundos de diferença das transferências do FUNDEF, de exercícios anteriores e dá outras providências, apenas dos 40%, não apresentou o plano dos 60%. Veja o DECRETO “NE” Nº 0514 DE 06 DE DEZEMBRO DE 2021.


Veja abaixo matérias relacionadas.


NÃO TEM MAIS CHORO PREFEITA KEINHA, VAI TER QUE PAGAR OS 60% PARA OS PROFESSORES, APROVADO "ESTÁ NA CONSTITUIÇÃO AGORA"..

"A Prefeita de Araci, Keinha, sofreu mais uma derrota no seu sonho de ficar com 100% dos precatórios do FUNDEF". neste dia 15 de dezembro de 2021, o senado e a câmara coloca na CONSTITUIÇÃO FEDERAL o direito que sempre foi líquido e certo de pagar os 60% dos precatórios do FUNDEF ao Professores, direito esse sempre negado pela Prefeita Keinha.

Sexta feira dia 17, FOI SANCIONADA a PEC 46 que colocou na Constituição Federal o direito que já havia ao Professores.  "o Senado e a Câmara aprovou em dois turnos a PEC, além de já ter havido a regulamentação da subveiculção e dos critérios da distribuição dos 60% para os professores.  "Parecia um sonho tão distante… mas aconteceu! Que sirva de exemplo pra muitos. Quando Deus está do nosso lado, coisas incríveis acontecem. O direito dos professores ao rateio dos precatórios do Fundef é constitucional. Quero mandar um recado aos prefeitos que insistirem em não pagar: eu serei o primeiro a denunciar por improbidade administrativa! Mexeu com o professor, comprou briga comigo!" - Disse o deputado.

Keinha realizou na quarta feira um evento da educação e como sempre se calou e não tocou no assunto, a prefeita mantém o assunto secreto, nem Secretário de Educação e nem Prefeita não fala nada sobre o Rateio dos Professores e agora também sobre o rateio dos +70, que diversos prefeitos ja se posicionaram na região dizendo que está do lado dos professores e que vão ratear, más em Araci, A prefeita Keinha e o secretário Anastácio não vem a público se posicionar a favor dos Direitos do Profissionais de Educação de Araci.

Adeus a ABIN que era o sonho da Prefeita Keinha de derrubaria os direitos dos servidores da educação. Não tem jeito Prefeita, Keinha, a senhora não quer pagar os 60% dos professores, más vai ser obrigada. Já devia ter pago, como disse o Coordenador Rui da APLB Bahia que 50% dos municípios já pagaram. Já tem Lei que garante o pagamento e será reforçada mais ainda pela PL 10.880, depois de ser obrigada a pagar a prefeita não venha dizer que queria pagar - Disse Leo de Eridan.

Outra prova da falta de vontade da gestora Keinha é que o diário oficial do município do dia 7 de dezembro de 2011,     que Aprovo o Plano de Aplicação de Recursos dos Créditos decorrentes de Precatórios oriundos de diferença das transferências do FUNDEF, de exercícios anteriores e dá outras providências, apenas dos 40%, não apresentou o plano dos 60%. Veja o DECRETO “NE” Nº 0514 DE 06 DE DEZEMBRO DE 2021.

Outras Matérias Relacionadas.

PREFEITA, KEINHA, SONHA EM FICAR COM 100% DOS PRECATÓRIOS DO FUNDEF, DIZ VEREADOR LÉO DE ERIDAN.

"A Prefeita de Araci, Keinha, sonha em ficar com 100% dos precatórios do FUNDEF", disse vereador Leo de Eridan na sessão da câmara desta terça feira. 

O Vereador disse ainda que "o senado aprovou a regulamentação a subveiculção e os critérios da distribuição dos 60% para os professores, disse que já houve a reunião da Prefeita, da APLB e Promotora, más o assunto tão secreto. Nem Secretário de Educação e nem Prefeita não fala nada pois acreditando que não vai acontecer a aprovação da ABIN que derrubaria os direitos dos servidores da educação. Não tem jeito Prefeita, Keinha, a senhora não quer pagar os 60% dos professores, más vai ser obrigada. Já devia ter pago, como disse o Coordenador Rui da APLB Bahia que 50% dos municípios já pagaram. Já tem Lei que garante o pagamento e será reforçada mais ainda pela PL 10.880, depois de ser obrigada a pagar a prefeita não venha dizer que queria pagar - Disse Leo de Eridan.

Veja video do discurso do vereador:

Outra prova da falta de vontade da gestora Keinha é que o diário oficial do município do dia 7 de dezembro de 2011,     que Aprovo o Plano de Aplicação de Recursos dos Créditos decorrentes de Precatórios oriundos de diferença das transferências do FUNDEF, de exercícios anteriores e dá outras providências, apenas dos 40%, não apresentou o plano dos 60%. Veja o DECRETO “NE” Nº 0514 DE 06 DE DEZEMBRO DE 2021.

https://www.indap.org.br/sistema/admin/downloads/PREFEITURAMUNICIPALDEARACIESTADODABAHIADIARIOOFICIALDOMUNICIPIOANO2021DECRETONEN0514DE06DEDEZEMBRODE2021.pdf

Alem da gestora mostra falta de transparência e alem de ser obrigada a pagar os 60% (R$ 40.258.668,56) dos recursos dos precatórios que estão em conta no total de R$ 67.097.781,26 (Sessenta e sete milhões, noventa e sete mil, setecentos e oitenta e um reais e vinte e seis centavos) dos precatórios do FUNDEF/FUNDEB.

Educadores de todas as localidades têm de FISCALIZAR, COBRAR E EXIGIR SEUS DIREITOS no Conselho desse fundo e no Ministério Público a quitação desse direito até o dia 31 deste mês, sob pena dos recursos voltarem para a União.

A Prefeita de Araci, Keinha, NÃO PAGOU ATÉ AGORA POR QUE NÃO QUIS, NÃO QUER PAGAR. Ela está resistindo, tapeando, iludindo, tentando justificar a morosidade e a má vontade de distribuir com seus verdadeiros donos, os profissionais da educação, os 60% dos recursos dos precatórios no valor hoje de R$ 67.097.781,26 (Sessenta e sete milhões, noventa e sete mil. 

"FALTA VONTADE POLÍTICA NA PREFEITA, diz o coordenador da APLB".

A PEC em vigor garante o direito de recebimento dos recursos do precatório distribuindo em forma de subveiculação, 60% para os servidores da educação. Tem Lei que garante este direito, este pagamento desde o recebimento do recurso de R$ 67.097.781,26 (Sessenta e sete milhões, noventa e sete mil. 

É Obrigatório pagar.

Paga prefeito@s de boa vontade, ao contrário da prefeita de Araci que só enrola e falta de vontade, é a má fé, não permitiu pagamento ainda.

50% dos municípios da Bahia, com precatórios, OS PROFISSIONAIS JÁ RECEBERAM os precatórios, os prefeitos já pagaram. A Exemplo de Conceição da Feira, Alagoinhas, Lajedo do Tabocal, Rui Barbosa, Seabra, Aracuipe, Amélia Rodrigues e Nilo Peçanha (31 de agosto).

Veja live provando estes pagamentos...


https://www.youtube.com/watch?v=Nvb0EjsDwTg

Keinha foi Eleita em Araci no ano passado e até este exato momento não cumpriu o compromisso, promessa de campanha de PAGAMENTO DOS PRECATÓRIO DO FUNDEF. O que se sabe é que no dia 4 de Novembro de 2020 a então candidata Maria Betivânia, Keinha, assinou  na sede da APLB SINDICATO, do município de Araci, o TERMO DE COMPROMISSO com propostas apresentadas, buscando atender as necessidades educacionais dos nossos munícipes e aos anseios dos profissionais da educação em especial o pagamento de 60% dos recursos dos precatórios do Fundo Nacional da Educação para os Profissionais de Educação. Assinaram também este mesmo compromisso os candidatos a prefeito Edivaldo e Manoel Nunes.


Comentários