Leo de Eridan suscita infidelidade partidária de Luizinho e Laerto

Léo de Eridan suscita infidelidade partidária de Luizinho e Laerto. Sendo líder de oposição e líder da bancada do Podemos  o Vereador mencionou os estatutos partidários do PROS e PODEMOS quanto ao voto de bancada, ao passo que Luizinho e Laerto tiveram votos contrários conforme relata, a consequência para eles é a perda do mandato. 

Orientação de voto de bancada:

QUESTÃO DE ORDEM, DELIBERAÇÃO POR ORIENTAÇÃO DE BANCADA E LIDERANÇA DO PODEMOS 

Com fulcro no regimento interno Art. 30 incisos I, II e IV:

Art. 30 - O Líder é o intermediário credenciado pelos seus correligionários, para as relações entre uma representação partidária e os órgãos da Câmara, sendo o portavoz oficial, respectivamente:

I – da sua Bancada, ou de representação partidária unitária;

II – de seu Bloco Parlamentar;

III....

IV – da Oposição.

Na condição de Líder do PODEMOS 19  e na condição de Líder de OPOSIÇÃO:

A orientação de bancada  e do partido é pela manutenção do Parecer do TRIBUNAL e da Comissão de finanças  pela rejeição das contas do Ex-Prefeito de Araci, Antônio Carvalho da Silva Neto.

A direção desse comando normativo, sob pena de INFIDELIDADE PARTIDÁRIA CONFORME PRECONIZA O ART 56 parágrafo 1º e 2º, cumulado com a infração disciplinar ART 57 parágrafo único do mesmo Estatuto, o qual determina a exclusão e perca de mandato para o parlamentar que não seguir orientações  de sua bancada.

DA MESMA FEITA PARA O PARTIDO PROS em seu Estatuto

ART. 60 INFIDELIDADE PARTIDÁRIA em incisos II e V.


Veja vídeo da votação...

Os 12 vereadores: Virgílio de Zé Bonfim, Manoel de Bernadino, Zé Augusto, Marinho de Mazinho, Jefinho Carneiro, Francisquinho de Tapuio, Jamile da Barreira, Gury de Pedra Alta, Zelito da Ribeira, Léo de Marlúcia Laerto e Luisinho, votaram a favor da aprovação das contas de 2019 de Silva Neto, a quarta conta reprovada pelo TCM.

Já os 03 vereadores que votaram a favor do parecer técnico do TCM e contra a aprovação das contas foram: Léo de Eridan, Edneide e Guinha de Pascoal. 
A Sessão Extraordinária destinada à apreciação do parecer prévio do Tribunal de Contas dos Municípios referente à prestação de contas de 2019 da Prefeitura Municipal de Araci, aconteceu nesta Sexta Feira dia 22 de Abril de 2022, iniciando as 9 horas com a presença de 15 vereadores e de um público que assistiu a sessão.

Comentários