Jornal Tribuna Sisaleira

Jornal Tribuna Sisaleira

Além de Bolsonaro, terroristas ameaçam Damares e presidente da CNBB

Após noticiar as ameaças ao presidente eleito, Metrópoles foi procurado por intermediário do grupo, que revelou detalhes da organização
Em nova postagem nas redes sociais, neste sábado (29/12), o grupo que reivindica a autoria do ataque à bomba contra uma igreja de Brazlândia e ameaça fazer um atentado durante a posse do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), afirma ter entre seus alvos a futura ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, e o presidente da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), o cardeal Dom Sérgio da Rocha.
“Talvez acabem eles, como o padre Ruben Díaz Acántara, antigo representante máximo da igreja Nuestra Señora del Carmen, em Cuautitlán Izcalli, Estado do México”, ameaçam. O religioso foi morto em abril deste ano, a facadas, dentro da igreja. Segundo os supostos terroristas, a execução foi feita por integrantes da célula que atuam em território mexicano.
O grupo, procurado por forças policiais do DF e federais, é organizado, possui armas, explosivos, e teria contato com extremistas de outros países. As informações são de um suposto intermediário dos terroristas, que se autodenominam Sociedade Secreta Silvestre.
Foto: Reprodução