SENADOR WAGNER VOTO CONTRA E CORONEL VOTO A FAVOR DA REFORMA DA PREVIDENCIA

‘Vou votar contra’, diz Jaques Wagner sobre reforma da Previdência

Coronel sinaliza voto pró-reforma da Previdência e abre portas do PSD para Rui

O senador Jaques Wagner (PT) antecipou, nesta segunda-feira (23), como irá se posicionar na votação da reforma da Previdência. A previsão é que o texto encaminhado pelo governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) e já aprovado na Câmara dos Deputados seja apreciado, em primeiro turno no Senado, nesta terça-feira (24). “Vou votar contra”, disse Wagner ao Bahia Notícias, por meio de mensagem enviada pelo aplicativo Whatssapp. Além de Wagner, o senador Otto Alencar (PSD) também disse que deve votar contra o texto, já que não houve alterações. O terceiro senador baiano, Angelo Coronel (PSD), sinalizou, no entanto, voto favorável à proposta.

Coronel sinaliza voto pró-reforma da Previdência e abre portas do PSD para RuiO senador Angelo Coronel (PSL) disse, nesta segunda-feira (23), que “deve” votar a favor do texto principal da reforma da Previdência, e afirmou ainda que vai conversar com o presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, e o senador Otto Alencar para ter um convite oficial para o governador Rui Costa (PT). Sobre a reforma, Coronel disse que tem “várias emendas” e tem trabalhado para aprová-las. “No texto principal, vamos ter uma reunião partidária para saber se partido sairá com posição unida. Deveremos votar o texto principal como veio da Câmara. E lutarmos para as emendas, melhorar a regra de transição, melhorar a idade mínima, a proteção às viúvas”, declarou, em entrevista ao Bahia Notícias. Para Coronel, a “tendência” é que o Senado aprove a “PEC paralela”, que pretende incluir estados e municípios na reforma, e depois a Câmara dos Deputados também deve autorizar. Sobre o convite para Rui Costa para o PSD, o senador afirmou: “Quero dar a sugestão para Otto e Kassab para que a gente faça um convite oficial ao governador. E ele pode ser o candidato a presidente”. O convite ocorre após declarações polêmicas do governador causarem mal-estar dentro do PT, e o ex-presidente Lula (PT) criticar Rui.