Jornal Tribuna Sisaleira

Jornal Tribuna Sisaleira

Mortos pelo novo coronavírus na China chegam a 212! SAIBA MAIS SOBRE O VÍRUS NO BRASIL

O número de mortes registradas na China em decorrência do novo coronavírus 2019 n-CoV chegou a 212. A informação foi divulgada pela GloboNews na noite desta quinta-feira (30).
O número de casos confirmados no mundo na tarde desta quinta era de 7.818, de acordo com o Ministério da Saúde brasileiro, que divulgou informações da Organização Mundial da Saúde (OMS) em coletiva na sede do órgão. Na China o número de casos confirmados era de 7.736 até então. Quanto aos casos graves o total era de 1.370
Também na tarde desta quinta, a OMS declarou que os casos são uma emergência de saúde pública de interesse internacional (lembre aqui).

As duas notificações feitas pela Bahia ao Ministério da Saúde foram descartadas como suspeitos de coronavírus por não apresentaram os requisitos para serem enquadrados como suspeitas. O país contabilizou até o meio dia desta quinta 9 casos suspeitos e 43 notificações (lembre aqui).

As duas notificações feitas pela Bahia ao Ministério da Saúde foram descartadas como suspeitas de coronavírus por não apresentaram os requisitos definidos pela pasta. A informação foi divulgada pelo MS durante coletiva nesta quinta-feira (30).

Até o meio dia desta quinta o Brasil havia registrado 43 notificações. Dessas, 28 foram excluídas por não apresentaram os requisitos para serem enquadrados como suspeitas de coronavírus. O Ministério ainda informou que 6 casos foram descartados. Nestas situações, eles chegaram a ser uma suspeita, mas a investigação descartou o vírus. O Brasil segue com nove casos suspeitos.

Como forma de preparar o Brasil para lidar com casos de coronavírus, o Ministério da Saúde (MS) está se preparando para aumentar a assistência aos pacientes. O secretário de Saúde, João Gabbardo, admitiu a possibilidade do Brasil precisar aumentar o número de leitos de UTI. A partir disso, o MS já abriu uma licitação para novos leitos.

"Nós já estamos nos preparando para a assistência. É bem provável que precisaremos de mais leitos de UTI. Ontem, o Ministério da Saúde abriu uma licitação para colocar mil leitos de UTI nos hospitais que são referência para paciente com o novo coronavírus", disse Gabbardo durante coletiva nesta quinta-feira (30).