Jornal Tribuna Sisaleira

Jornal Tribuna Sisaleira

3 ASSASSINATOS EM MENOS DE 24 HORAS EM TUCANO

1 ASSASSINATO - O comerciante Antônio dos Santos Cabral, foi encontrado morto dentro de seu estabelecimento comercial, na manhã desta sexta-feira dia (1 de maio).
2 ASSASSINATOS - Segundo informações de populares, Anderson Santos Silva, de 30 anos e o tio dele Cícero dos Santos, de 44, se encontravam  dê fronte a uma casa.

O comerciante Antônio dos Santos Cabral, foi encontrado morto dentro de seu estabelecimento comercial, na manhã desta sexta-feira dia (1 de maio). O homem que tinha 55 anos, estava em um dos cômodos do imóvel, com várias perfurações provocadadas por disparos de arma de fogo, pelo corpo. De acordo com as informações colhidas pela polícia militar, o bar da vítima fora arrombado durante a madrugada por indivíduo (s) armado (s) e a assassinaram. Ainda segundo a PM, próximo ao corpo de “Tonho Cabral”, como era conhecido, foram encontrados, cerca de seis cápsulas de pistola ponto 40, deflagradas. Uma das hipóteses que estar sendo investigada pela polícia, sobre o assassinato de Antônio dos Santos Cabral, é a de acerto de contas. Já que o mesmo, era suspeito de envolvimento com o tráfico de drogas. O corpo da vítima foi periciado e em seguida encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Euclides da Cunha, para ser necropsiado.
Dois homens foram assassinados a tiros, na noite da ultima sexta – feira dia (1° de maio) em Tucano. O duplo homicídio aconteceu por volta das 19h 40 min, no residencial bairro Vila Progresso.
Segundo informações de populares, Anderson Santos Silva, de 30 anos e o tio dele Cícero dos Santos, de 44, se encontravam  dê fronte a uma casa, em uma das ruas da Vila Progresso, denominada, rua do Cosme, quando foram surpreendidos por um desconhecido armado, que efetuou vários tiros contra ambos, fugindo logo em seguida. Atingidos por diversos disparos de pistola ponto 40, os dois homens morreram no local. “Caboco” como era conhecido o tio de Anderson, morava no assentamento Santa Luzia, que fica na zona rural de Tucano e estava na Vila Progresso, na casa de familiares
A autoria e a motivação do duplo homicídio, são desconhecidas e serão investigadas pela Polícia Civil de Tucano. Os corpos das vítimas,  foram periciados e em seguida encaminhados para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Euclides da Cunha, para serem necropsiados.