Avião bate em vaca durante decolagem no AC e parte ao meio

Jornal Tribuna Sisaleira

Jornal Tribuna Sisaleira

Profissionais do sexo e comerciantes recebem cestas básicas no Rio de Janeiro

A prefeitura do Rio de Janeiro realizou uma ação voltada para moradores e trabalhadores da Vila Mimosa, na Zona Norte da cidade nesta quinta-feira (4). Foram entregues cestas básicas, máscaras de proteção e sabonetes. A intenção é ganrantir que as mulheres da região não fiquem sem alimentos durante a pandemia.
A Associação de Moradores do Condomínio e Amigos da Vila Mimosa (AMOCAVIM) recebeu os produtos entregues pelo Coordenador Especial da Diversidade Sexual, Nélio Georgini, e pela secretária de Assistência Social e Direitos Humanos, Tia Ju.
"Estivemos inúmeras vezes na Vila Mimosa promovendo ações de prevenção às infecções sexualmente transmissíveis com a distribuição de preservativos e materiais de informações. Nesse momento, além das ações de saúde, essas pessoas precisam de mantimentos, itens básicos de higiene e máscara de proteção" explica o coordenador Nélio Georgini com comunicado divulgado pela prefeitura.
Muitas delas já saíram da prostituição, sabemos do potencial de cada uma e queremos fortalecer e apoiar estas mulheres. Sei que várias já tiveram capacitação profissional, nas áreas da moda e beleza. Temos que trazer o alimento, mas oferecer também oportunidade de empregabilidade no mercado de trabalho – ressalta Tia Ju.
As moradoras que trabalham na Vila Mimosa e que são atendidas pela AMOCAVIM, tiveram seus negócios diretamente afetados pela crise gerada pelo COVID-19. E sabemos que, neste momento, estas mulheres estão entre as que mais sofrem, com os estigmas e a exclusão. Muitas delas são chefes de família e tiveram que suspender seus serviços, para garantir a quarentena, completou a secretaria.
No total, 184 cestas básicas, 1104 sabonetes, 552 máscaras de proteção e 184 repelentes foram entregues.
(Foto: Divulgação/Prefeitura do RJ)