Jornal Tribuna Sisaleira

Jornal Tribuna Sisaleira

PROIBIDO CARREATAS, COMÍCIOS EM COITÉ, EUCLIDES, POMBAL, TUCANO E VALENTE

 

Tucano: Carreatas, passeatas, comícios e fogos estão proibidos durante a campanha eleitoral por determinação da Juíza Eleitoral Geysa Rocha Meneses da 080ª zona eleitoral.

Ribeira do Pombal: Justiça proíbe realização de carreatas e motocadas em Ribeira do Pombal, durante período de eleições Realização de queimas de fogos também serão restritas a determinado horário. 

Conceição do Coité: A juíza eleitoral, Dione Cerqueira Silva, titular da 102ª zona eleitoral determinou a suspensão de futuras carretas durante o período eleitoral.

Valente: Campanha eleitoral em Valente não terá carreatas, passeatas, comícios, fogos e nem carro de som. O acordo foi firmado entre os representantes das coligações e da Justiça Eleitoral

Tucano: Carreatas, passeatas, comícios e fogos estão proibidos durante a campanha eleitoral. A Juíza Eleitoral Geysa Rocha Meneses da 080ª zona eleitoral presidiu uma reunião que foi realizada nesta terça-feira (06) com os representantes de partidos políticos, coligações e do Comandante da 2ª CIA PM, onde ficou decidido em comum acordo que estão proibidas a realização de comícios, passeatas e carreatas de candidatos nas eleições de 2020 no município de Tucano. Os fogos de artifício também estão proibidos durante esse período.

“Trará malefícios à saúde pública sem qualquer ganho ao processo eleitoral, cujo debate de ideias deve prevalecer”, pontuou o comandante da 2ª CIA PM, capitão Duarte Gomes da Silveira que também participou da reunião, e se posicionou contra a realização de eventos de campanha por causarem aglomerações. Na reunião ficou acordado que os eventos/reuniões se realizarão em locais fechados, com controle de acesso do número de pessoas e observância de outras regras sanitárias vigentes e a devida comunicação antecipada de no mínimo 24 horas, ao Cartório Eleitoral e a Policia Militar. Tais eventos ocorrerão apenas um por dia.

Justiça proíbe realização de carreatas e motocadas em Ribeira do Pombal, durante período de eleições Realização de queimas de fogos também serão restritas a determinado horário. Após a Justiça suspender a realização de manifestações políticas que gerem aglomerações no município de Euclides da Cunha (BA) por conta do atual quadro de pandemia da Covid-19, foi a vez de Ribeira do Pombal, cidade vizinha, ter carreatas e motocadas proibidas durante o pleito eleitoral deste ano. De acordo com o blog do Joilson Costa, nesta segunda-feira (05), em uma reunião realizada no fórum local com a presença de representantes das duas coligações envolvidas na eleição majoritária pela prefeitura e do juiz eleitoral Paulo Henrique Santos Santana, ficou definida a proibição de manifestações relacionadas às eleições municipais. Ainda segundo o blog, também foi decidido que as queimas de fogos só serão permitidas na cidade até o horário das 20h30. As eleições deste ano vão até o dia 15 de novembro, quando ocorre a votação de 1º turno.

Na manhã desta quarta-feira, 30, a juíza eleitoral, Dione Cerqueira Silva, titular da 102ª zona eleitoral determinou a suspensão de futuras carretas durante o período eleitoral e proibiu a queima de fogos de artifícios por qualquer candidato. A decisão faz parte de um acordo firmado entre as parte que contou com a presença de representantes do Ministério Público da Bahia e Polícia Militar da Bahia; além de as partes das chapas majoritárias. A juíza entendeu que não há segurança sanitária para realizar evento que aglomere pessoas ao tempo em que evitou um conflito, já que duas carreatas já estavam sendo organizadas para o dia 4 de outubro.

Em reunião com a Justiça Eleitoral de Coité fica definida a suspensão de carreatas e comícios. A reunião contou com a presença do juiz eleitoral, promotora de justiça e advogados das coligações

Aconteceu no fim da manhã desta quinta-feira, 08, na Sala Virtual da Vara Cível de Conceição do Coité uma reunião através de vídeo conferencia com a participação do Juiz Eleitoral da 132ª Zona, Gerivaldo Alves Neiva; a
Chefe do Cartório da referida ZE Adriana Lima Velame Branco; a representante do Ministério Público Eleitoral, Promotora de Justiça Grace Inaura da Anunciação Melo, e os advogados dos partidos/coligações concorrentes nas eleições de 15 de novembro. A Coligação “Coité quer Mais” encabeçada por Marcelo e Renato, representada pelo advogado Enrico de Araújo Pereira e pela Coligação “Pra Coité seguir Mudando” encabeçada com Danilo e Rozana, representada pela advogada Akila Mayrla Almeida Silva. Na vídeo conferencia outros membros das coordenações também participaram. O PL que tem como candidato Edmílson Araújo não teve representante, de acordo com o cartório, assim como os demais recebeu o convite. A reunião tinha como com a finalidade específica divulgar e consolidar as diretrizes e os acordos relativos à propaganda e campanha eleitoral, cumprindo orientação emanada do egrégio Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Estado da Bahia, presentes, por meio de videoconferência. A reunião foi aberta pelo Juiz Eleitoral que orientou as coligações acerca das diretrizes estabelecidas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA) e pelo Comitê Estadual de Emergência em Saúde – SESAB/SUVISA/COES, acerca dos atos de campanha na Eleições 2020, bem como disciplinar, por meio de acordo entabulado entre as coligações, os limites da propaganda eleitoral no Município de Conceição do Coité, em nome da preservação da ordem e sossego públicos, em benefício da população dos municípios integrantes da 132ª Zona Eleitoral; do interesse da coletividade, que deve se sobrepor aos anseios individuais; e da observância aos princípios da legalidade, moralidade, probidade administrativa, ética política, respeito à população, respeito ao meio ambiente, igualdade de oportunidades entre os candidatos do pleito eleitoral, e da garantia de eleições pacíficas e democráticas.

Ficou acordado que as coligações deverão cumprir todos os termos da Resolução TRE-BA n. 30/2020, do Decreto Estadual n. 19.964/2020 e do Parecer do Comitê Estadual de Emergência em Saúde  – SESAB/SUVISA/COES.

  • À limitação máxima de 100 (cem) pessoas na realização de eventos de campanha eleitoral
  • À obrigatoriedade do uso de máscaras pelos participantes dos eventos, independentemente do número de pessoas;
  • À proibição de distribuição de panfletos, folhetos, adesivos e materiais congêneres durante eventos presenciais de campanha, entre outras determinações que podem ser vistas na integra da ata no fim desta reportagem.

A expectativa de grande parte da população girou em torno da continuidade ou não de carretas e comícios, mas o que prevaleceu entre todos foi a opção da não realização. Comprometeram-se a realizar somente comícios em ambientes de acesso restrito e fechado, com, no máximo, 100 participantes, devidamente munidos com o uso de máscaras e fornecimento de álcool em gel, possibilitada a transmissão online do evento através das redes sociais;
tampouco passeatas, carreatas e comícios em modo drive-in.

Os partidos também se comprometem a orientar seus apoiadores acerca da vedação a permanecerem aglomerados do lado de fora do ambiente de acesso restrito e fechado em que ocorra o comício, cientes de que a responsabilidade por aglomerações externas também é atribuída a quem realiza o evento.

Os partidos e coligações se comprometem a garantir que, fora dos eventos de campanha, a distribuição de panfletos, folhetos, adesivos e materiais congêneres seja feita somente com o fornecimento simultâneo de álcool em gel para o destinatário da propaganda.

Os partidos e coligações se comprometem a evitar uso de fogos de artifício nos eventos ao longo de todo o período eleitoral recomendando, ainda,expressamente,a seus correligionários que não façam uso de fogos de artifício, para resguardar o sossego e a tranquilidade da população.

Os partidos e coligações ficam cientes de que, nas Eleições 2020, veículos que emitem propaganda sonora somente poderão ser utilizados para animação de comícios, passeatas e carreatas, não sendo mais possível a propaganda eleitoral regular ao longo do dia por meio de carros de som.

Os partidos e coligações assumem o compromisso de não incentivar a utilização de buzina, orientando seus membros, partidários e eleitores, para que evitem “buzinaços”, ficando proibida a utilização de buzinas por veículos de grande porte (ex. caminhões, ônibus) e, principalmente, a emissão de ruídos pelas descargas de motocicletas nosespaços urbanos, sendo esta última conduta inclusive vedada pelo Código de Trânsito Brasileiro.

Os partidos e coligações assumem o compromisso de não incentivar aglomerações ao longo do dia da Eleição, sob pena de descumprimento dos decretos sanitários do Governo Estadual e de caracterização do crime de “boca de urna”.

Por fim, recomendar aos eleitores para restabelecerem o sistema de escapamento das motocicletas, recolocando o silenciador e adequando esses veículos às normas do Código de Trânsito Brasileiro, sob pena de apreensão e pagamento de multa aos infratores.

Para ler a Ata de Reunião na íntegra clique abaixo

ATA – REUNIÃO PROPAGANDA ELEITORAL 2020 – Coité

 

Campanha eleitoral em Valente não terá carreatas, passeatas, comícios, fogos e nem carro de som. O acordo foi firmado entre os representantes das coligações e da Justiça Eleitoral

Em respeito as normas de prevenção e combate ao novo coronavírus, a campanha eleitoral em Valente no território do sisal será alterada.

Em reunião na manhã de quarta-feira (07), entre os representantes dos partidos políticos envolvidos na disputa e a Justiça Eleitoral, representada pela juíza Renata Furtado Folígno, da promotora Pollyanna Quintela Falconery e o assistente eleitoral, Ivanilton Araújo Sobrinho, ficou acordado que durante a campanha não irão ocorrer: passeatas, carreatas, comícios, fogos de artifícios e carros de som.

De acordo com o Site Valente em Noticias fica permitida a realização de reuniões, em locais fechados, sem uso de carro som, com até 100 pessoas, respeitando todos os critérios sanitários.

Esse acordo dos envolvidos no processo eleitoral de Valente, além de atender as orientações do TRE – Tribunal Regional Eleitoral e da OMS – Organização Mundial da Saúde.

Tais proibições são válidas até as 18 horas do dia 15 de novembro.

Confira na íntegra a ata da reunião realizada na sede do Fórum Dr. Arthur Azevedo Machado


Comentários