Jornal Tribuna Sisaleira

Jornal Tribuna Sisaleira

VEREADORES DE ARACI, REJEITAM AUMENTO DE 60% (8 MIL) DE SALÁRIOS PARA SECRETÁRIOS

Salário de secretário municipal em Araci é reajustado em 6 mil pela Câmara de Vereadores. Após anuncio de apreciação na última sessão do dia 15 de dezembro em sessão extraordinária convocada pelo presidente Jefson Carneiro, uma vez que após essa sessão derradeira a Câmara entra em recesso no dia 20. As mídias sociais se evidenciam as divergentes concepções e pontos de vista sobre a iniciativa da Câmara, onde inicialmente a proposta defendida por vereador governistas seria de um aumento de 60%, ou seja, secretários começariam 2021 ganhando salários de 8 mil reais. Após discussão do mérito, aumento, do valor do aumento, foi colocado para votação onde a maioria rejeitou o aumento que para a população araciense é abusivo e foi votado pela maioria que o valor será de 6 mil reais por mês e só terá validade a partir de 2022. Projeto segue para ser sancionado ou não pelo prefeito.

Vereadores q votaram contra  o valor de 8 mil e a favor de ser 6 mil...

Virgilio,

Luis do Boa,

Manoel, 

Guinha, 

Leo de Marlucia, 

Leo de Heridan, 

Jamile 

Guri

Jefinho.

Não votaram...

Jose Augusto  Marquinho

Não compareceu 

Laerto 

Edneide 

Roberto sem freio 

Jera

No ocaso dessa legislatura e  cessação da atual gestão, a mesa diretiva da Câmara deliberou fixar um aumento de 60%, reajustando em R$ 8 mil o salário dos secretários.

A Lei Complementar nº 002 de 07 de dezembro foi apreciada na última sessão desta terça feira (15) e deverá ser votada em sessão extraordinária a critério do presidente da Câmara Jefson Carneiro.

A matéria tomou corpo nas mídias sociais com divergentes pontos de vista e concepções. Mas o que se apresenta como interessante em tudo o que vejo, escuto e leio, é que alguns vereadores colocaram seus pareceres de que: “um secretário não deveria ter subsídio igual ou maior que o vereador, além de argumentarem que tem secretarias que nem se justificam pela folha de serviço de seus secretários.


Comentários