Índia começará exportação de vacina de Oxford para o Brasil na sexta

O governo da Índia autorizou a exportação de vacinas contra Covid-19. Com isso, as primeiras doses devem ser enviadas ao Brasil na sexta-feira (22), informou o secretário de Relações Exteriores indiano à agência Reuters. Adquiridas pelo governo brasileiro, as vacinas produzidas pela farmacêutica britânica AstraZeneca e pela Universidade de Oxford estão sendo fabricadas no Serum Institute, na Índia, o maior produtor mundial de vacinas, que recebeu pedidos de países de todo o mundo.

 

A exportação de doses havia sido proibida pelo governo indiano até que o país iniciasse seu próprio programa de imunização, no fim de semana passado.

 

“O fornecimento das quantidades cmercialmente contratadas também começará a partir de amanhã (sexta), começando por Brasil e Marrocos, seguidos de África do Sul e Arábia Saudita”, afirmou o secretário de Relações Exteriores indiano Harsh Vardhan Shringla.

 

No início desta semana, o país enviou carregamentos gratuitos para países vizinhos, incluindo Butão, Maldivas, Bangladesh e Nepal.

Comentários