Jornal Tribuna Sisaleira

Jornal Tribuna Sisaleira

Prefeito se vacina primeiro em Sergipe e vai ser processado

 

Prefeito se vacina primeiro em Sergipe e vai ser processado

Júnior de Amynthas aparece em um vídeo recebendo a coronavac

O governo de Sergipe está entrando com uma representação criminal contra o prefeito de Itabi, Júnior de Amynthas (DEM), por ele ter furado a fila da imunização contra a covid-19, nesta terça-feira (19 de janeiro) e se vacinado primeiro do que todo mundo no município.

A Procuradoria Geral do Estado entende que cabe também ao Executivo estadual o papel fiscalizador. Para a PGE, como as diretrizes do Ministério da Saúde são claras quanto ao público alvo a ser vacinado, o prefeito cometeu um crime ao furar a fila da vacinação sem ser da área da saúde nem possuir qualquer comorbidade, além de ter apenas 45 anos de idade.

Júnior de Amynthas aparece em um vídeo recebendo a coronavac e sendo aplaudido por auxiliares.

As primeiras doses da vacina chegaram ao município nesta terça-feira e, por critério de prioridade, os profissionais da saúde que atuam na linha de frente da covid-19, idosos institucionalizados e indígenas aldeados são os únicos que podem ser vacinados, conforme orientação do Ministério da Saúde para a primeira etapa da campanha de imunização contra o coronavírus.

O secretário de Obras de Itabi, Diego Doria, justificou o ato. “Obviamente que o prefeito tinha que fazer isso. Numa situação de fragilidade, em que pessoas estão desconfiadas com essa informação em relação as vacinas ele [prefeito] deu o exemplo como chefe do Poder Executivo. Fez um ato de muita responsabilidade em se vacinar primeiro, pois mostrou que não tem nada de mais”, argumentou.

Na segunda-feira (18) o governador de Sergipe, Belivaldo Chagas (PSD), disse que vai respeitar a fila de vacinação: “Não vou furar fila e não permitirei que ninguém o faça”, revelou Belivaldo.

Comentários