BOLETIM COVID 19 DE ARACI E TUCANO

Empresa Lia Line encerrará atividades em Coité e quase 300 pessoas ficarão desempregadas

A empresa alega dificuldades de vendas e os 290 funcionários estão de aviso desde o dia 15

A situação do desemprego em Conceição do Coité não é diferente do resto do País, mas certamente ficará ainda mais complicada com o encerramento das atividades da Lia Line empresa do ramo calçadista que vinha atuando no município desde junho de 2015 quando ocupou o galpão depois da saída da Via Uno.

Segundo Leo do Sindicato ex-presidente da Sintracal e assessor direto do presidente, a empresa tomou a decisão de encerrar as atividades sob alegação de que tem enfrentando dificuldade de mercado e na segunda e terça-feira (15 e 16) deu aviso a todos trabalhadores que a partir de abril estarão dispensados, que eles receberão as verbas rescisórias, aviso prévio, férias, 13º, 40% do Fundo de Garantia e Seguro Desemprego, ou seja, todos os direitos.

Leo do Sindicato uma luta incansável em prol dos trabalhadores da área calçadista

Segundo Leo houve uma reunião com o dono da empresa e ele disse que tão logo tivesse mais vacinas e o cenário econômico mais favorável voltaria com a empresa, citou inclusive a possibilidade de retorno em julho ou agosto deste ano.

Comentários