PROJETOS INDIGENAS KIRIRS VISITAM AS ESCOLAS EM JORRO, TUCANO

“Golpe do OLX”: Dois crimes são registrados em Ribeira do Pombal-BA num intervalo de 01 hora. Saiba como evitar!

No final da manhã da última quinta-feira (14), quem passou em frente ao Hospital Geral Santa Tereza, situado à Av. Salustiano Guerra, centro de Ribeira do Pombal-BA, percebeu um tumulto, onde populares imobilizavam um homem que exigia que uma mulher entregasse um veículo GM Onix de cor branca, demais dados não informados, a ele.

Os populares acreditaram se tratar de um assalto, porém não imaginavam que tanto o rapaz que é oriundo do município de Retirolândia, quanto a mulher que é de Ribeira do Pombal estavam sendo vítimas de um crime de estelionato.

Com a chegada da polícia, o crime foi esclarecido, tão logo as partes passaram a relatar o ocorrido. Na verdade, a pombalense colocou o seu veículo à venda nas redes sociais, com preço inicial de R$ 47 mil. O estelionatário clonou o anúncio, porém mudou o preço da venda para R$ 32 mil, bem como o telefone para contato. A vítima, ao ver o anúncio do criminoso foi atraída pelo baixo preço e passou a negociar diretamente com o criminoso, sem saber que estava prestes a cair num golpe. Da mesma forma, o estelionatário conversava com a vendedora, colhendo mais informações sobre o veículo

E o que aconteceu em Ribeira do Pombal? Com discursos diferentes, o estelionatário marcou um encontro entre a vendedora e o comprador, para provar que de fato o carro existia, mas os convenceu que ambos não deveriam tratar sobre preço. Ao perceber que o veículo era real, o comprador foi até a Agência da Caixa Econômica Federal, onde efetuou uma transferência de aproximadamente R$ 29 mil para a conta indicada pelo estelionatário, porém não obteve êxito na aquisição do veículo, tendo em vista que a vendedora não constatou o crédito de valor algum em sua conta, valor que deveria ser de R$ 47mil, e não R$29 mil, se negando, portanto, a entregar o bem.

Foi nesse momento que originou a confusão no centro da cidade, já que o comprador afirmava ter pago uma quantia pelo carro, e se achava no direito de leva-lo, e diante da recusa da proprietária, tentou pegá-lo a força.

Tanto comprador e vendedora foram tratados como vítimas, sendo levados para a Delegacia de Polícia Civil onde o caso foi registrado.

Moto

Já por volta das 13h, um pombalense foi vítima de outro golpe, porém de forma diferente. Assim como no primeiro caso, ele colocou uma moto Honda Bros de Placa Policial PLR 4F63, à venda.

Um homem se identificando como sendo morador de Tucano-BA, marcou um encontro com o pombalense, e no local marcado pediu para andar no veículo, para avaliar se o mesmo estaria em bom estado de conservação. O proprietário permitiu sem saber que se tratava de um criminoso, que após deixar o local com a moto, não retornou mais.

Como evitar o Golpe?

De acordo com especialistas, o mais importante em situações como estas é desconfiar, principalmente quando o negócio está sendo feito com uma pessoa desconhecida. Ofertas chamativas com preços muito abaixo em comparação com os de mercado, nem sempre é uma boa oportunidade de negócio, mas sim uma grande possibilidade de prejuízo.

Também é muito importante que vendedor e comprador tratem da negociação diretamente, mesmo que haja interferência de um intermediário, e que o valor da venda seja discutido entre ambos.

Para mostrar o bem, sempre é indicado que o vendedor marque em local seguro, e com grande movimentação de pessoas, e de preferência, vá até o local marcado acompanhado de outras pessoas. Somente permita o teste drive (passeio de teste), caso seja possível acompanhar, e que este acompanhamento não ofereça riscos.

Comentários