PROJETOS INDIGENAS KIRIRS VISITAM AS ESCOLAS EM JORRO, TUCANO

Vereador denuncia prefeito de Valente por altos salários de parentes na gestão municipal

Vereador denuncia prefeito de Valente por altos salários de parentes na gestão municipal.

A sessão ordinária da última terça-feira (20), no município de Valente, foi tumultuada. Durante sessão, o vereador Guto da Saúde (PSDB) usou a tribuna para acusar o prefeito do município de Valente, Ubaldino Amaral (UB), de nomear parentes na gestão municipal, cometer improbidade administrativa e danos ao erário público.

Munidos de dados do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), o vereador apontou o salário de R$ 16 mil, recebido pela esposa do prefeito, Maria Lúcia Amaral. “De janeiro de 2020 a dezembro 2020, ela recebeu R$ 28 mil. De janeiro de 2023 a dezembro de 2023, dona Lúcia Amaral recebeu R$ 92 mil. Isso é crime, prefeito. Isso é improbidade administrativa, violação dos princípios administrativos e danos ao erário público”, disse.

Além disso, o vereador ainda apontou uma suposta perseguição por ter sido tirado de atividades relacionadas à Saúde do município. “Para finalizar, prefeito Ubaldino, eu só queria dizer que Vossa Excelência me tirou do ônibus da saúde, mas nunca precisou levantar 1h da manhã. Vossa Excelência me tirou do ônibus, mas nunca sentiu na pele chegar em Santa Bárbara e ter um irmão nosso sem nada pra comer. Nunca chegou no hospital e sentou no banco do ônibus com uma pessoa que recebeu o diagnóstico de câncer”, completou.

Comentários