Santaluz: adolescente de 13 anos morre afogado no Açude Tapera

Jornal Tribuna Sisaleira

Jornal Tribuna Sisaleira

Araci fecha julho com queda de 80% de mortes violentas em comparação a maio e junho; região registra menor índice do ano

O município de Araci, localizado na região sisaleira da Bahia, teve uma redução de 80% dos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) [homicídio, latrocínio e lesão dolosa seguida de morte] no mês de julho deste ano, em comparação média aos dois meses anteriores. Em maio, foram 6 mortes violentas registradas, e 4 em junho. No mês passado, ocorreu apenas 1 um caso.

A informação foi divulgada pelo Décimo Sexto Batalhão de Polícia Militar (16º BPM), na tarde desta sexta-feira (2). Ainda de acordo com a corporação, a diminuição do número de mortes violentas no município decorre diretamente de ações conjuntas de intensificação realizadas em pontos considerados sensíveis, principalmente na zona rural do município, com o emprego de equipes da 3ª Companhia, da Companhia de Emprego Tático Operacional (Ceto) e da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Nordeste. Por último, em toda a área de atuação do 16º BPM, que engloba os municípios de Araci, Barrocas, Biritinga, Conceição do Coité, Ichu, Lamarão, Retirolândia, Santa Bárbara, Santaluz, Santanópolis, São Domingos, Serrinha, Teofilândia e Valente, foi contabilizado em julho recuo de 53% de mortes violentas em comparação com o mês anterior. Este foi o menor índice de 2019.
Para o comandante do 16° BPM, tenente-coronel Gilson Paixão, os números divulgados mostram que o planejamento e reforço do policiamento tem surtido efeito no combate ao crime.
“Nós montamos um esquema de policiamento focado na nossa mancha criminal. O reforço garantiu a manutenção da ordem e a redução significativa dos índices de criminalidade. Daremos continuidade às ações na região”, afirmou o oficial.