Jornal Tribuna Sisaleira

Jornal Tribuna Sisaleira

DENGUE ATERRORIZA JORRO E TUCANO. DESCASO DA GESTÃO?!

Dengue, Zica e Chukungunha, são os temas nas redes sociais nesta semana, em especial diversas denuncias do  surto já confirmados destas doenças que a cada dia vem crescendo o movimento de pessoas por atendimento no Hospital Mariana Penedo e nos PSF's da cidade.

Rádio, Sites e grupos de zap, instagram e face, noticiam a cada minuto casos de pessoas que aparecem com os principais sintomas das doenças que vem atingindo o município de Tucano em especial caldas do jorro que não recebe orientações do poder público, já que ha anos não se vê campanhas de prevenção nem tão pouco investimento público no combate a estas doenças. 
A Responsabilidade é do poder público que deveria sempre investir recursos públicos no combate periódico adengue, zica e chikungunha e a população que deve colaborar mantendo seu espaços de habitação e convivo limpo e imune ao mosquito que transmite estas doenças, más, nada foi feito nos últimos anos neste sentido, causando agora um despero na população que lota os leitos do hospital em busca de tratamento. Alem do risco e perigo da infecção viral como várias outras viroses como o perigoso covid-19, que tem um curso maligno e apresenta uma fase aguda de crescimento, as doenças causadas pelos mosquitos que habitam nas ruas e praças sujas, sem capinar, com águas de esgotos a céu aberto e várias residencias e espaços comerciais ou domiciliares que não recebem a atenção de seus proprietários..
“A gestão publica, prefeitura, prefeito e camara de vereadores tem feito muito pouco ou quase nada para resolver esta situação que não é de hoje e sim de diversos meses e anos atrás. Prevenção e cuidados está longe dos olhos desta gestão e de populares que não enxergam o perigo em viver sem cuidado e prevenção. TUCANO, VAMOS FAZER UMA GRANDE CAMPANHA CONTRA A DENGUE, ZICA E CHIKUNGUNHA, assim como é a preocupação do coronavirus".
Médico explica os sintomas da dengue e como se prevenir da doença. Feira de Santana está vivendo um surto de dengue com quase mil notificações e 300 casos confirmados da doença. As chamadas arboviroses formada por dengue, zika e chickngunya estão trazendo prejuízos para a comunidade. A cada dia o movimento de pessoas por atendimento no Centro de Endemias vem crescendo.
O médico infectologista Dênio Santos Barros explicou sobre os principais sintomas da doença e deu algumas orientações de como as pessoas podem prevenir a doença. Segundo ele, a dengue é uma infecção viral como várias outras viroses, tem um curso benigno e apresenta uma fase aguda.
“Assim como outras doenças apresentam mal estar, dores e febre. Mas, a doença tem um potencial de complicar e inclusive pode levar ao óbito em algumas situações. É possível fazer uma suspeita baseada nos sintomas que a pessoa apresenta. Há o exame físico, mas a comprovação definitiva só pode ser feita através de exame específico”, disse.